Notícia: Escalada

Secretário de Saúde atualiza dados e sobe para 6 o número de casos de Covid-19 confirmados em MT

Secretário de Saúde atualiza dados e sobe para 6 o número de casos de Covid-19 confirmados em MT Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT

O secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo, acaba de atualizar os dados do coronavírus em Mato Grosso e informou que, após o credenciamento de dois laboratórios particulares na Capital, subiu para 6 o número de casos confirmados da Covid-19. Todos os casos são da região metropolitana, sendo cinco em Cuiabá e um em Várzea Grande. Outros dois casos de Rondonópolis ainda aguardam contraprova.

Leia também:
MT já tem 25 casos confirmados de coronavírus e 263 com problemas respiratórios graves

Segundo secretário, esses números podem aumentar na terça-feira (24), tendo em vista que vários testes do Laboratório Central (Lacen) ficarão prontos entre essa noite de segunda e a manhã de terça. Por hora, o número total em Mato Grosso é de 210 casos suspeitos no total. No país, já foram confirmadas 34 mortes e 1891 casos confirmados no 26 estados e no Distrito Federal. 

Durante coletiva virtural, na página do Governo o Estado, Gilberto Figueiredo ainda disse que para tratar de todos os casos que futuramente irão se confirmar em Mato Grosso, 600 novos respiradores devem ser adquiridos para ajudar no tratamento dos pacientes em estado grave. 

A última notícia de ação para enfrentamento do Covid-19 é a construção de mais de 200 leitos no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande. "Esse trabalho será praticamente para triplicar o serviço do Metropolitano. Atualmente, lá possuo 60 leitos, sendo 50 de enfermaria e 10 para UTI, depois da construção dos novos leitos, teremos 180 leitos de enfermaria e mais 30 leitos de UTIs", comentou o secretário. 

Ainda segundo Gilberto, por semana o Ministério da Saúde deve mandar 100 kits por semana para fazer análise de material no estado. Por isso, o estado adotou novas normativas. 

"Não vamos mais fazer testes em todos os casos suspeitos. Vamos fazer os testes em agravamento e que estejam em unidades hospitalares. Sintomas leves nem precisam sair de casa. É preciso ficar em casa. É uma decisão do Ministério da Saúde, que vamos cumprir aqui", explicou o secretário. 

Na terça-feira (24), o secretário admitiu fazer duas lives ao vivo para falar sobre o coronavírus em Mato Grosso. 

Atualizada às 18h

 

Fonte: Olhar Direto

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}