Notícia: Covid-19

Prefeitura de Rondonópolis divulga dois casos confirmados e 16 suspeitos de coronavírus

Prefeitura de Rondonópolis divulga dois casos confirmados e 16 suspeitos de coronavírus Foto: Reprodução

A Prefeitura de Rondonópolis (220km de Cuiabá) divulgou, na noite do último domingo (22), um boletim confirmando dois casos do novo coronavírus (COVID-19) na cidade, e dezesseis casos suspeitos.

Leia também:
Rondonópolis confirma 5º caso de coronavírus e investiga mais 45

De acordo com o informativo, os dois casos foram analisados através e “prova e contraprova na rede particular, e como exige o protocolo do Ministério da Saúde, aguardam confirmação do LACEN - Laboratório Central de Cuiabá; (integrado à rede SUS), para, aí sim; entrar oficialmente nas estatísticas estadual e nacional”.
 
Ainda no domingo (22), O Hospital da rede Unimed de Rondonópolis divulgou que estaria atendendo um paciente com caso confirmado do novo coronavírus e com outros dois casos suspeitos até a noite deste sábado (21). A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do município. Dos seis casos analisados pela unidade médica, dois eram suspeitos e um confirmado. Os outros três foram descartados e excluídos.

O prefeito José Carlos do Pátio (SD), por meio de decreto, determinou a suspensão do funcionamento do comércio, incluindo bares, restaurantes, lanchonetes, conveniências, entre outros. As novas medidas foram adotadas para combater a disseminação do (Covid-19).
 
Em todo Mato Grosso, oficialmente (ou seja, confirmados pelo Lacen) há dois casos confirmados e 183 suspeitos de coronavírus. Os casos são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do estado e dos municípios.
 
No entanto, somente em Cuiabá, o Hospital Santa Rosa informou, na última sexta-feira, que atendeu 40 pessoas com casos suspeitos do novo coronavírus, sendo dois confirmados (pelo hospital).
 
As diferenças nos números acontecem porque a Secretaria de Saúde (e o Ministério da Saúde) só contabilizam casos confirmados pelo Laboratório Central de Cuiabá (LACEN), enquanto os hospitais e clínicas fazem também seus próprios testes.

 

Fonte: Olhar Direto

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}