Notícia:

Padrasto suspeito de torturar menina de 6 anos com deficiência visual é procurado pela polícia em MT

Criança foi resgatada por policiais militares, na última quinta-feira (15), na casa onde morava com a família. O suspeito fugiu do local e a mãe foi presa.
Padrasto suspeito de torturar menina de 6 anos com deficiência visual é procurado pela polícia em MT Criança foi encontrada trancada em banheiro de casa com sinais de tortura — Foto: Reprodução

O padrasto suspeito de torturar a enteada de 6 anos, que tem deficiência visual, continua sendo procurado pela polícia de Sorriso, no norte do estado. A criança foi resgatada por policiais militares, na última quinta-feira (15), na casa onde morava com a família.

A mãe dela, de 21 anos, foi presa no momento do resgate, após tentar esconder a criança dos policias, e também porque há a suspeita de que ela tenha sido omissa as agressões feitas pelo marido.

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Márcio Portela, ela poderá responder pelo crime de tortura, assim como o padrasto.

A Polícia Civil informou que o padrasto Fernando Lordelo Alves é procurado pelo crime de tortura contra vulnerável.

O suspeito tentou impedir a entrada dos policiais na casa e depois fugiu do local em direção a uma região de mata.

Leia também:
Preso escapa de viatura a caminho de UPA e é recapturado por policiais em MT

O resgate

Os policiais encontraram a menina trancada no banheiro da casa. Ela estava sentada no vaso com diversos ferimentos pelo corpo.

Segundo a polícia, a criança apresentava marcas de agressões recentes e outras antigas, em várias partes do corpo.

Imediatamente, ela foi encaminhada pelo Conselho Tutelar para uma unidade de saúde de Sorriso. Os médicos afirmaram que a criança estava com febre acima de 39 ºC e tinha sinais de desnutrição.

A menina teve alta médica no sábado (17), mas, como a febre alta não passou, mesmo com a medicação, voltou a ser internada nesse domingo (18).

A polícia informou ainda que a criança vai ser ouvida nesta segunda-feira (19) por uma escuta especializada no Fórum. Assim que tiver alta médica, deve ficar com o pai biológico e avós paternos.

 

Fonte: G1 MT

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}