Notícia:

No duelo dos promovidos, Cuiabá e Juventude empatam em 2 a 2 na abertura do Brasileirão, e Dourado demite Valentim

Jonathan Cafu fez o primeiro gol na história do Dourado na competição. Wescley e Matheus Peixoto marcaram para os gaúchos, mas Elton deixou tudo igual na noite deste sábado na Arena Pantanal
No duelo dos promovidos, Cuiabá e Juventude empatam em 2 a 2 na abertura do Brasileirão, e Dourado demite Valentim Foto: Reprodução

Resumão

Na noite deste sábado, Cuiabá e Juventude, que subiram para disputar a elite deste ano, empataram em 2 a 2 na Arena Pantanal na abertura do Brasileirão. O Dourado, que fez seu primeiro jogo na história pela competição, marcou com Jonathan Cafu aos 28 minutos de jogo. Os visitantes conseguiram a igualde com Wescley, aos 42. Três minutos depois, o Juventude virou com Matheus Peixoto. No fim da partida, aos 41 minutos do segundo tempo, Elton evitou a derrota dos donos da casa. Após a partida, o Cuiabá comunicou a saída do treinador Alberto Valentim.

1º tempo

O Cuiabá entrou em campo e tentou fazer valer o fator local. Logo aos oito minutos, Uendel cruzou na cabeça de Anderson Conceição, que mandou para fora. Após o lance, o jogo ficou morno. Os times se estudavam e pouco atacavam. Quando voltou a incomodar, o dono da casa não perdoou. Aos 28, Jonathan Cafu recebeu na área, limpou e chutou, sem chances de defesa a Marcelo Carné. O gol acordou o Juventude. Atrás do placar, arriscou em uma falta de Guilherme Castilho, que saiu por cima. Quando o jogo se encaminhava para a vitória parcial do Cuiabá, os visitantes viraram em três minutos. Após contra-ataque, Wescley tocou para Alyson, que cruzou para o camisa 10. Pepê tentou dominar, mas errou. Wescley aproveitou a falha e deixou tudo igual. Aos 45, Capixaba recebeu de Chico e cruzou para Matheus Peixoto, que superou a marcação e mandou para o fundo das redes de Walter.

Leia também:
Em Belo Horizonte, Cuiabá faz último treino antes do confronto contra o América-MG

2º tempo

O Cuiabá voltou do intervalo disposto a buscar a igualdade. O time se posicionou no campo de ataque e pressionava a saída de bola do Juventude. Aos seis, Jonathan Cafu cruzou para Elton, que não alcançou. Dois minutos depois, Clayson colocou na cabeça de Anderson Conceição, que mandou para fora. Aos 12, foi a vez de Marllon errar o alvo no cabeceio. Sem se assustar, os visitantes, quando atacaram, quase ampliaram. Castilho cruzou para Chico aos 12, que saiu na cara de Walter, mas o goleiro do Dourado brilhou. O jogo ficou aberto. Cinco minutos depois, João Lucas quase fez um golaço, mas a bola passou rente ao travessão de Marcelo Carné. Aos 20, Elton cabeceou para fora, mas caiu na área após choque com Vitor Mendes. O VAR entrou em ação e Denis Serafim revisou o lance. Porém, ao ver o vídeo, manteve a decisão e entendeu o lance com normal. O Cuiabá seguia no ataque, mas não conseguia furar o bloqueio. Aos 41, a entrega surtiu efeito. Guilherme Pato cruzou da esquerda para Elton, que guardou. O Cuaibá até tentou a virada, mas o jogo acabou 2 a 2.

Histórico

Jonathan Cafu está eternizado no Cuiabá. O atacante fez o primeiro gol da história da equipe no Brasileirão, ao abrir o placar aos 28 do primeiro tempo.

VAR chama, mas decisão de campo é mantida

Aos 20 minutos do segundo tempo, João Lucas cruzou da direita e Elton cabeceou para fora. No lance, o centroavante do Cuiabá acabou atingido por Vitor Mendes. Denis Serafim entendeu o lance como normal, mas o VAR solicitou que o lance fosse revisado. Após a análise, o árbitro manteve a decisão.

Juventude se recupera em três minutos [Gol do Juventude! Matheus Peixoto aproveita bom cruzamento e bate bonito de primeira, aos 45' do 1T]
Como fica?

Com o resultado, Cuiabá e Juventude iniciam o Brasileirão com um ponto cada.

Agenda

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, 6 de junho. O Cuiabá encara o Fluminense no Maracanã às 11h. Já o Juventude recebe o Athletico-PR no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Valentim demitido

A primeira demissão de treinador no Brasileirão ocorreu ao término da partida. Alberto Valentim teve o desligamento oficializado pelo Cuiabá minutos após o fim do embate na Arena Pantanal. O técnico permaneceu menos de dois meses no cargou e deixou o clube invicto. Em jogos, conquistou sete vitórias e sete empates, além do título do estadual.

 

Fonte: Globo Esporte MT

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}