Notícia:

MT atinge 95% de ocupação nos leitos de UTI e tem apenas 26 vagas para pacientes com Covid-19

Ainda de acordo com os dados divulgados pela SES, 634 pessoas estão internadas em MT em estado grave/gravíssimo, mas ainda não há fila de espera por vagas no estado.
MT atinge 95% de ocupação nos leitos de UTI e tem apenas 26 vagas para pacientes com Covid-19 UTIs estão lotadas em MT — Foto: Silvio Avila/Divulgação

A taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) é de 95,02% em Mato Grosso e somente 26 leitos estão disponíveis para pacientes em estado grave em todo o estado nesta segunda-feira (31), conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Ainda de acordo com os dados divulgados pela SES, 634 pessoas estão internadas em MT em estado grave/gravíssimo, mas ainda não há fila de espera por vagas no estado.

A secretaria tem, até a tarde desta segunda-feira, 407.508 casos confirmados de Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 10.946 mortes em decorrência do coronavírus.

Foram notificadas 1.568 novos casos de Covid-19 e 43 mortes nas últimas 24 horas. Dos 407.508 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.026 estão em isolamento domiciliar e 382.806 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 496 internações em UTIs públicas e 385 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 95,02% para UTIs adulto e em 44% para enfermarias adulto.

Leia também:
Taxa de ocupação de UTI por pacientes com Covid-19 cai para 83,65% e é a mais baixa da semana em MT

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (85.946), Rondonópolis (29.497), Várzea Grande (28.439), Sinop (20.426), Sorriso (13.867), Tangará da Serra (13.854), Lucas do Rio Verde (12.440), Primavera do Leste (10.633), Cáceres (8.684) e Alta Floresta (7.750).

Um total de 340.706 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 169 amostras em análise laboratorial.

Terceira onda

Essa já é considerada a terceira onda de casos da Covid-19, em Mato Grosso. O maior pico aconteceu em março deste ano, quando foram registradas 1.843 mortes.

O primeiro pico da pandemia de coronavírus foi registrado em julho do ano passado. Naquele mês, 1.213 pessoas morreram em decorrência da doença.

O número de mortes por Covid-19 nos quatro primeiros meses deste ano ultrapassou as de todo o ano passado. Do dia 1° de janeiro até o dia 29 de abril, foram registradas 5.080 mortes. Desde a confirmação da primeira morte em Mato Grosso, no dia 3 de abril de 2020 até o dia 31 de dezembro, foram confirmadas 4.489 mortes pelo vírus.
 

Fonte: G1 MT

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}