Notícia:

Menino de 11 anos morre afogado em piscina abandonada de casa em construção em MT

Não havia nenhum pedreiro ou adulto no local. Vizinho ouviu barulho na obra e, depois de meia hora, viu o corpo da criança dentro da piscina.
Menino de 11 anos morre afogado em piscina abandonada de casa em construção em MT Uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) encaminhou o corpo para realização de necrópsia. — Foto: Leandro Kervalt

Um menino de 11 anos morreu afogado nessa quarta-feira (6) depois que caiu em uma piscina abandonada de uma casa em construção em Confresa, a 1.160 km de Cuiabá. Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o garoto foi encontrado já sem vida dentro da piscina que estava cheia de água.

Leia também:
Menor de 15 anos morre após ser atropelado por ônibus em Cuiabá

O afogamento ocorreu no final da tarde em uma construção no bairro Setor Universitário. A casa estava em construção e estaria aberta no momento do acidente. Não havia nenhum pedreiro ou adulto no local.

De acordo com a PM, o vizinho da residência encontrou o garoto dentro da piscina e pediu que chamassem a polícia.

O vizinho disse que estava em casa e fazia algumas tarefas domésticas quando ouviu um barulho na construção. Ele achou estranho e, depois de cerca de meia hora, foi até o local checar o que havia ocorrido.

A criança estava dentro da piscina e aparentava estar sem vida. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Corpo de Bombeiros foram chamados, mas os profissionais constataram que o menino já estava morto.

Os pais dele foram encontrados e foram até a casa onde a criança foi achada morta. A proprietária da obra também foi identificada, foi até o local e acabou sendo levada à delegacia da Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

 

Fonte: G1 MT

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}