Notícia:

Lei que autoriza público vacinado em estádios para assistir a jogos regionais é sancionada em MT

A lei, aprovada pelos deputados em meados de julho, foi sancionada pelo governador Mauro Mendes nessa segunda-feira (26).
Lei que autoriza público vacinado em estádios para assistir a jogos regionais é sancionada em MT Arena Pantanal foi construída para a Copa de 2014 — Foto: Rodolfo Perdigão/Secom-MT

O governador Mauro Mendes sancionou a Lei 11.483/2021, que autoriza o retorno parcial do público nos estádios de futebol em Mato Grosso. A sanção foi assinada na tarde desta segunda-feira (26), junto com os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil) e Beto Dois a Um (Cultura, Esporte e Lazer).

No entanto, a liberação não é válida para jogos do Campeonato Brasileiro, pois é de competência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

De acordo coma lei, poderão frequentar os estádios apenas as pessoas que tiverem feito exame RT-PCR contra a Covid-19 em até 48h antes do evento ou as pessoas que já tiverem concluído a vacinação.

Leia também:
Escolas da rede municipal usam criatividade no 3º Jogos da Criança

O projeto de lei, de autoria dos deputados Eduardo Botelho e Max Russi, foi aprovado em meados de julho pela Assembleia Legislativa.

De acordo com a lei, a quantidade de pessoas nos eventos não poderá exceder a 35% da capacidade do estádio.

Eduardo Botelho justifica que desde o início da pandemia no Brasil, em março de 2020, os times vêm sofrendo com perdas de receitas sem a comercialização de ingressos e vendas de alimentos e bebidas em dias de jogos.

O campeonato Mato-grossense, por exemplo, ficou suspenso por oito meses na temporada passada e, quando voltou, em novembro de 2020, foi proibida a presença do público nos estádios.

O retorno dos torcedores durante os jogos, segundo o deputado, é uma forma dos clubes começarem a recuperar a receita perdida durante a pandemia.
 

Fonte: G1 MT

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}