Notícia:

Ladrão morre ao tentar atirar contra policiais após roubo de empresa em MT

Outro assaltante se rendeu e foi preso. Policiais apreenderam armas, dinheiro e celulares que foram roubados por eles.
Ladrão morre ao tentar atirar contra policiais após roubo de empresa em MT Dinheiro, armas e celulares apreendidos com os ladrões em Sorriso — Foto: Polícia Militar de Mato Grosso/Divulgação

Um homem morreu na noite dessa quarta-feira (11) em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, após assaltar uma empresa de cereais no bairro Industrial Nova Prata.

De acordo com a Polícia Militar, ele resistiu à prisão e ameaçou policiais durante a tentativa de fuga.

Leia também:
Médico que atendeu adolescente morta com tiro acidental em Cuiabá diz à polícia não ter visto arma: 'Algo muito estranho aconteceu'

 

O caso aconteceu no fim da tarde após a PM receber a informação de que uma empresa tinha sido assaltada por dois homens armados que teriam fugido em uma motocicleta.

Após fazer rondas pela cidade, a PM localizou a suposta dupla próximo a um posto de combustíveis nas margens da MT-242.

Na tentativa de fuga, os suspeitos caíram da moto e um deles acabou sendo preso.

Já o outro suspeito fugiu com a moto e foi perseguido pela polícia.

Em determinado momento o suspeito largou a moto e seguiu a pé. Ao ser abordado pela PM, o rapaz teria apontado a arma contra os policiais, que reagiram.

Lucas Pereira da Silva, de 27 anos, chegou a ser socorrido, deu entrada no Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Com a dupla foram encontradas duas armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 com oito munições e um revólver calibre 32 com três munições, além de quatro celulares das vítimas e o valor de R$ 396, além de outros objetos.

 

Fonte: Centro América FM

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}