Notícia:

Janaina diz que projeto de Emanuel para 2022 ''não cabe no MDB''

Deputada negou possibilidade de retomar laços com prefeito: “Divergência política e pessoal”
Janaina diz que projeto de Emanuel para 2022 ''não cabe no MDB'' A deputada estadual Janaina Riva: sem reaproximação com Emanuel - Foto: Divulgação

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) negou qualquer possibilidade de reaproximação com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), com quem rompeu politicamente durante as eleições municipais de 2020.

A emedebista ainda reafirmou que não há espaço no partido para que o correligionário siga adiante com o seu projeto de ser governador do Estado.

Em verdade, na visão da emedebista, uma candidatura de Emanuel nesse sentido traria prejuízo ao MDB, diante dos laços estreitos que a legenda possui com o governador Mauro Mendes (DEM), desafeto político do prefeito.

“A nossa divergência é política e pessoal. Ele tem um projeto de ser candidato a governador e esse projeto não cabe nas negociações para o futuro do MDB”, disse.

Leia também:
Mauro cita economia e defende compra de avião em MT

Nós consideramos um prejuízo muito grande essa postulação dele a um cargo de governador estando no nosso partido

Segundo Janaina, a opinião a respeito do futuro político de Emanuel dentro do partido é compartilhada pelos demais deputados da sigla.

“Nós consideramos um prejuízo muito grande essa postulação dele a um cargo de governador estando no nosso partido, partido que hoje faz parte da base do governador e vem estreitando laços com o Governo”, criticou.

Candidatura em 2022

Apesar de não admitir publicamente a intenção de sair candidato ao Governo no próximo ano – afirmando que tal decisão está “nas mãos de Deus” –, Emanuel já deixou claro que pretende visitar outros municípios para tentar construir uma rede de apoio a um nome que faça oposição ao Governo atual.

Desafeto político de Mendes, o prefeito de Cuiabá já disse que não vai sair do MDB, mas deve divergir da conduta do partido caso o governador Mauro Mendes saia à reeleição.

Caso não lance seu nome para o cargo, poderá apoiar um candidato adversário, aumentando o racha interno dentro da legenda.

 

Fonte: Midia News

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}