Notícia:

Enfermeiros de hospital em MT denunciam atrasos de pagamento de plantões, adicionais noturnos e férias há nove meses

Na tarde desta quinta-feira (22), os profissionais devem se reunir na frente do hospital para protestar.
Enfermeiros de hospital em MT denunciam atrasos de pagamento de plantões, adicionais noturnos e férias há nove meses Profissionais do Hospital Regional de Colíder reivindicam direitos trabalhistas — Foto: Divulgação

Os enfermeiros do Hospital Regional de Colíder, no norte do estado, estão reivindicando valores de plantões, férias vencidas, adicionais noturnos e de insalubridade que estão atrasados há nove meses, segundo eles. Na tarde desta quinta-feira (22), os profissionais devem se reunir na frente do hospital para protestar.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) informou que, devido à necessidade de ajustes nos processos de pagamento dos servidores, os valores de plantões e adicionais noturnos relativos até o mês de novembro de 2020 serão pagos até o dia 30 de abril deste ano.

Leia também:
1º Prêmio Atitudes da Canaã Norte Resíduos premia estabelecimentos que trabalham em prol do meio ambiente

Já os meses de dezembro de 2020 e janeiro de 2021, segundo a secretaria, serão regularizados até o dia 10 de maio, em folha complementar.

Em relação aos adicionais de insalubridade e férias, a secretaria disse que desconhece as pendências.

“A gestão estadual informa que os pagamentos do adicional de insalubridade estão regulares no Hospital Regional de Colíder, não havendo qualquer pendência. A SES também desconhece pendências relativas às férias dos servidores desta unidade hospitalar”, disse.

Os profissionais afirmam que se sentem desvalorizados neste período de pandemia.

“Nós da enfermagem não queremos só aplausos e sim respeito e valorização salarial e pagamento em dia de valores que são direito da classe”, declaram.
 

Fonte: G1 MT

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}