Notícia:

Emanuel minimiza reunião: "Sem o prefeito da Capital não vale"

Ele não participou do encontro da Executiva Estadual do MDB que iniciou discussão para 2022
Emanuel minimiza reunião:  O prefeito Emanuel Pinheiro, que ficou descontente com reunião sem seu nome - Foto: Assessoria

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro se mostrou descontente, mais uma vez, com a Executiva Estadual do MDB por ter feito tratativas para as eleições de 2022 sem a sua presença.

Comandados pelo presidente regional, deputado federal Carlos Bezerra, os emedebistas se reuniram no dia 24 de maio e definiram que uma possível candidatura de Emanuel ao Executivo Estadual está descartada.

“Uma reunião sem o prefeito da Capital não vale”, disse o prefeito à imprensa nesta segunda-feira (7).

As tratativas dos emedebistas deram conta de uma possível candidatura do prefeito de Primavera do Leste, Leonardo Bortolin, para a disputa majoritária.

A pretensão é que ele seja lançado ao Senado ou até como vice em uma chapa com o governador Mauro Mendes (DEM).

Questionado sobre essa possibilidade de Bortolin integrar uma chapa com seu adversário político, Emanuel se mostrou contrário. 

“Léo é um bom nome, mas para ser vice do Mauro não. Ser vice do atual governo, defendendo isso que esta aí? Cuiabá não merece isso, Mato Grosso não merece isso”, disse.

“Agora, se for uma construção de um projeto político passa a ser um dentre tantos outros bons nomes”, emendou.

Leia também:
Deputada "minimiza" atrito e garante que MDB segue na base de Mauro

Reunião do MDB

A cúpula do MDB quer eleger de cinco a sete deputados estaduais e no mínimo três federais. Atualmente, o partido conta com três estaduais e dois federais.

Segundo a deputada Janaina Riva, que esteve no encontro, a intenção é manter a relevância da sigla no Estado e vencer as barreiras impostas pela nova legislação eleitoral, que impede os partidos de se coligarem para eleger parlamentares.

“A meta é fazer as maiores bancadas e estamos com essa expectativa de, retirando as sobras [de votos], fazer ao menos cinco ou seis deputados estaduais e fazer, no mínimo, três federais”, disse.

Nesse encontro, não esteve presente os prefeitos do partido, a exceção de Bortolin. 

De acordo com Janaina, uma reunião está marcada para julho deste ano, quando começará a desenhar outras disputas, como ter ou não um candidato ao Governo do Estado.
 

Fonte: Midia News

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}