Notícia:

Agrônoma é sepultada no Paraná e assassino é encaminhado para a cadeia em Sorriso

Agrônoma é sepultada no Paraná e assassino é encaminhado para a cadeia em Sorriso Foto: Reprodução

O corpo da engenheira agrônoma Julia Barbosa de Souza, de 29 anos, foi sepultado esta manhã, sob forte comoção, em Bela Vista do Paraíso (429 quilômetros de Curitiba) onde residem familiares. Julia morava em Cornélio Procópio, também no Paraná mas a família optou pelo sepultamento na cidade vizinha. A agrônoma foi assassinada com um tiro na cabeça, no sábado de madrugada, enquanto estava na Toyota Hilux de seu namorado.

Leia também:
Criminoso morre ao ser baleado na cabeça durante assalto em shopping; veja o vídeo

O delegado de Polícia Civil, André Ribeiro, informou, há pouco, ao Só Notícias, que o assassino, Jackson Furlan, de 29 anos, já passou por audiência de custódia e foi encaminhado para a cadeia de Sorriso e fica a disposição da justiça. Ele foi preso, ontem à tarde, após se apresentar na delegacia com advogado. O judiciário já havia expedido seu mandado de prisão preventiva.

O delegado apontou que as investigações mostraram que Jackson se irritou porque a caminhonete onde Julia estava no banco do passageiro, andava na sua frente, devagar, na avenida Brescansin (principal da cidade) ele passou a persegui-la e atirou. “Sem dúvida foi ele quem efetuou os disparos. Um crime bárbaro, repugnante. Um fato que chocou a sociedade”. “Julia estava com o namorado, pediu para ir comer um chocolate, ele parou em uma conveniência, comprou e saíram. A vítima estava em seu veículo quando uma outra caminhonete queria ultrapassar, acelerando com vontade de ultrapassar. (Jackson) Mostrava-se furioso porque o trânsito estava lento. Isso foi suficiente para que o rapaz tirasse a vida da menina”, disse o delegado André Ribeiro, anteriormente.

“Começou uma perseguição, a vítima fez a volta na frente do posto, voltou pela Brescansin pela praça das Fontes, tentou despistar o suspeito, não conseguiu. Temos a imagem, o suspeito deu a ré e novamente voltou a perseguir a vítima até a avenida Brasil, incansavelmente. A todo momento a vítima tentando fugir desse suspeito, assim foi, na avenida Brasil. Próximo ao hospital o suspeito efetuou um disparou que foi certeiro, acertou a cabeça da vítima. Não teve discussão no trânsito, não teve ofensas, não teve xingamentos, não teve nada disto. O vidro da caminhonete da vítima estava fechado não teve trocas de farpas. Foi simplesmente porque a vítima estava devagar em uma rua que é para andar devagar e isto foi suficiente para irritar o suspeito”, complementou o delegado.

Julia foi socorrida pelo namorado, que dirigia a caminhonete, e levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo após chegar na unidade médica. Ela estava há alguns dias em Sorriso com o namorado

A arma do crime não foi entregue neste domingo quando Jackson se apresentou.

A Toyota Hilux que Jackson dirigia foi localizada, pela Polícia Militar, nos fundos do bairro Rota do Sol. Ele havia emprestado de um amigo.

 

Fonte: Só Notícias

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}