Notícia: 37 anos

Agente prisional sofre infarto fulminante é encontrada morta em casa

Agente prisional sofre infarto fulminante é encontrada morta em casa Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto / Reprodução (Detalhe)

A agente prisional Kely Almeida, 37, foi encontrada morta em sua casa em Cáceres, (217km de Cuiabá), no bairro Vila Irene, na noite da última quarta-feira (6). Ela sofreu um infarto fulminante e não apresentava nenhum sinal de lesão corporal.

Leia também:
Sobrinha de senador morre aos 35 anos após sofrer aneurisma cerebral

De acordo com informações da Polícia Judiciária Civil (PJC), o Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado para socorrer a vítima, mas ao chegar na casa, já constatou o óbito.
 
Kely era hipertensa e tomava medicação para arritmia no coração. Também não foi encontrado nenhum sinal de arrombamento. A Polícia Civil de Cáceres investiga o caso. Segundo o Sindicato dos Servidores Penitenciários (Sindspen), a vítima era lotada no Centro de Ressocialização de Cáceres.

“Mais uma perda, menos um de nós, nosso coração está sangrando, mas infelizmente esse é o ciclo da vida. O que nos conforta é saber que Deus também precisa de pessoas boas no céu. Deixo a família e aos amigos os mais sinceros sentimentos em nome do Sindspen”, afirmou a presidente do sindicato Jacira Maria.

Kely foi sepultada na manhã desta quinta-feira (7) no cemitério Parque dos Ipês, em Cáceres aonde os policiais penais realizaram uma homenagem de despedida. No entanto, devido à pandemia do Covid-19, não houve velório aberto ao público.]

 

Fonte: Olhar Direto

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}