Terça-Feira, 16 de Janeiro de 2018, 04:40

Notícias

Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 2018 15:26

Mais de 500 kg de peixe são apreendidos no Pantanal em MT durante a piracema

Peixes foram doados para a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá. O período proibitivo nos rios do estado segue até 31 de janeiro de 2018.
Autor: André Souza
Mais de 500 kg de peixe são apreendidos no Pantanal em MT durante a piracema Pescado foi apreendido na região do Pantanal (Foto: Sema-MT/Divulgação)

Mais de 500 kg de pescado irregular foram apreendidos na região do Pantanal, no município de Poconé, a 104 km de Cuiabá, na madrugada desta quarta-feira (10). A apreensão ocorreu durante o período proibitivo (piracema) nos rios de Mato Grosso. Nenhum suspeito de ser proprietário dos peixes foi preso.

Ao todo, o pescado apreendido pesa 579 kg. Segundo a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema-MT), os peixes foram doados para a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá.

Além dos peixes, um veículo que seria usado para o transporte do pescado foi apreendido.

No domingo (7), 121 kg de pescado irregular também foram apreendidos durante fiscalização em Itiquira, a 359 km de Cuiabá. Os peixes eram transportados por homens numa região de mata. Os suspeitos fugiram ao avistarem os policiais.

A apreensão ocorreu próximo a Cachoeira do Itiquira, naquele município.

Piracema

Em Mato Grosso, o período proibitivo (piracema) segue até o dia 31 de janeiro. Segundo o Conselho Estadual da Pesca (Cepesca) a piracema coincide com a estação das chuvas, quando os peixes migratórios se deslocam rumo à cabeceira dos rios, em busca de alimentos e condições adequadas para o desenvolvimento das larvas e dos ovos.

Quem desrespeitar a legislação poderá ter o pescado e os equipamentos apreendidos, além de levar multa que varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por quilo de peixe encontrado.

Fonte: G1 MT

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}