Sexta-Feira, 24 de Maio de 2019, 04:07

Notícia:

Jovem é preso em MT suspeito de participação na morte de 2 homens e duas adolescentes a mando de facção criminosa

Patrick de Oliveira Cabral, 22, conhecido como “Cabralzinho”, teve a ordem de prisão contra ele cumprida na segunda-feira (17). Segundo a polícia, crimes foram motivados por rivalidade entre facções.
Jovem é preso em MT suspeito de participação na morte de 2 homens e duas adolescentes a mando de facção criminosa Patrick de Oliveira Cabral, 22, conhecido como “Cabralzinho", foi preso na segunda-feira (17) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um jovem de 22 anos foi preso suspeito de participação nas mortes de dois homens e duas adolescentes, ocorridas em outubro deste ano em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá.

Patrick de Oliveira Cabral, 22, conhecido como “Cabralzinho”, teve a ordem de prisão contra ele cumprida na segunda-feira (17). O G1 não conseguiu localizar a defesa dele.

As mortes teriam sido ordenadas por uma facção criminosa. O motivo do crime é a rivalidade entre duas facções que as vítimas e os suspeitos fazem parte.

Os crimes foram registrados no dia 3 de outubro. As duas primeiras vítimas foram encontradas no Bairro Água Limpa. Quatro homens armados e encapuzados teriam invadido uma residência e efetuado disparos enquanto as vítimas estavam dormindo.

Na ocasião, Leandro Luiz de Oliveira e Felipe Melo dos Santos morreram na hora.

Segundo a polícia, os tiros foram feitos a queima roupa, sem chance de defesa das vítimas. Outros dois homens foram feridos, mas sobreviveram.

Cerca de duas horas depois, duas adolescentes de 13 e 14 anos foram encontradas mortas na beira do rio, no Bairro Carrapicho. Elas tinham as mãos amarradas, sinal de tortura e lesões de arma de fogo na cabeça.

Outras pessoas que também teriam envolvimento no crime foram identificadas. Dois deles estão foragidos e são procurados pela polícia.

Fonte: G1 MT

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}