Notícias

Quinta-Feira, 08 de Março de 2018 17:16

Jovem é preso em flagrante ao tentar vender ouro extraído ilegalmente de garimpo em MT

Suspeito foi preso no Centro de Jauru com pepitas extraídas da Serra do Caldeirão, em Pontes e Lacerda. Ele foi entregue à Polícia Federal, após ser ouvido pela Polícia Civil.
Jovem é preso em flagrante ao tentar vender ouro extraído ilegalmente de garimpo em MT Foto: Polícia Civil de MT

Um jovem foi preso em flagrante em Jauru, a 463 km de Cuiabá, quando tentava vender pepitas de ouro extraídas ilegamente do garimpo da Serra do Caldeirão, em Pontes e Lacerda, a 483 km da capital.

(Errata: Inicialmente, a Polícia Civil de Mato Grosso divulgou que dois jovens de 20 e 21 anos de idade haviam sido presos na ocorrência. A informação foi corrigida às 18h57 [horário de Mato Grosso]).

A prisão ocorreu nesta quarta-feira (7), durante ação da Polícia Civil para apurar denúncia anônima de comércio ilegal de ouro na região. O suspeito, que tem 20 anos de idade, foi localizado no Centro da cidade.

De acordo com a Polícia Civil, durante a abordagem foram apreendidas 7,7 gramas de ouro no bolso dele, que teriam sido retiradas da Serra do Caldeirão.

Ele foi conduzidos à delegacia, interrogado e detido em flagrante pelo crime ambiental de extração de recursos minerais sem autorização e pelo crime contra a ordem econômica por explorar matéria-prima da união sem autorização legal ou em desacordo com o título autorizativo.

Após o registro da ocorrência, o suspeito foi entregues à Polícia Federal e o procedimento de prisão protocolado na Justiça Federal da Comarca de Cáceres, a 220 km da capital.

Exploração ilegal

O garimpo da Serra do Caldeirão começou a ser explorado ilegalmente em setembro de 2015 e chegou a reunir oito mil pessoas, que se instalaram de forma precária em busca de ouro e enriquecimento fácil. Desde então, a área sofreu diversas invasões e passou por processos de desocupação.

O MPF ajuizou uma ação contra as três mineradoras que entraram com pedido de lavra junto ao Departamento Nacional de Proteção Mineral (DNMP) e contra os três proprietários da área onde o garimpo está localizado.

Fonte: G1 MT

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}