Sábado, 20 de Julho de 2019, 16:49

Notícia:

Hóspedes são presos em hotel com 110 kg de cocaína trazidos da Bolívia dentro de carros em MT

A PF descobriu que eles transportavam uma grande quantidade de cocaína e que ambos ficariam hospedados em um hotel próximo a rodoviária.
Hóspedes são presos em hotel com 110 kg de cocaína trazidos da Bolívia dentro de carros em MT Hóspedes foram presos em hotel com 110 kg de cocaína dentro de carros em Barra do Bugres — Foto: Polícia Federal de Mato Grosso/Assessoria

Duas pessoas foram presas na madrugada desta quarta-feira (10) com 110 kg de pasta base de cocaína enquanto estavam hospedadas em um hotel no município de Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá.

Segundo a Polícia Federal, a apreensão ocorreu depois que o setor de inteligência da instituição informou sobre a atuação dos suspeitos.

Eles estariam em dois carros, sendo uma caminhonete S-10 e um Fox, pela rodovia de Barra do Bugres em direção à capital mato-grossense.

A PF descobriu que eles transportavam uma grande quantidade de cocaína e que ambos ficariam hospedados em um hotel próximo a rodoviária.

Os policiais percorreram os hotéis e encontraram os dois veículos que eram procurados na investigação.

Após ajuda do atendente do hotel, os policiais identificaram os dois motoristas. Eles estavam no mesmo quarto.

Após revista nos veículos, os policiais constataram várias alterações no assoalho e na caçamba e, após serrar e abrir o local, encontraram vários tabletes de cocaína.

Os hóspedes, de 24 e 26 anos, foram presos e levados à Polícia Federal de Cuiabá por tráfico de drogas.

Em interrogatório, os presos confirmaram que o entorpecente foi trazido da Bolívia e entregue num matagal entre os municípios de Curvelândia e Mirassol D’Oeste, a 311 e 329 km de Cuiabá.

A droga seria levada para a região sudeste do Brasil.

 

Fonte: G1 MT

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}