Sábado, 20 de Julho de 2019, 16:47

Notícia:

Filho é preso suspeito de matar pai e garota de programa a pauladas em MT, diz polícia

Delegado disse que rapaz, de 20 anos, tem distúrbios mentais. Mulher, de 20 anos, foi encontrada morta na cama e o pai da vítima estava morto na cozinha.
Filho é preso suspeito de matar pai e garota de programa a pauladas em MT, diz polícia Joel Lemes de Oliveira, de 45 anos, e Jaqueline Fernandes de Lima, de 23, foram mortos em Juara — Foto: Divulgação

Um rapaz foi preso nesse final de semana suspeito de ter matado o pai dele e uma garota de programa em Juara, a 690 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu na tarde de sábado (11). Josué Nascimento de Oliveira, de 20 anos, teria distúrbios mentais, segundo a polícia.

Joel Lemes de Oliveira, de 45 anos, e Jaqueline Fernandes de Lima, de 23, foram mortos a pauladas.

O crime ocorreu durante a tarde, mas a polícia só soube do caso à noite, quando o próprio Josué ligou para os policiais.

O corpo de Josel estava caído no chão da cozinha. O corpo de Jaqueline estava sobre a cama e tinha sinais de pauladas na cabeça. Uma viga de madeira também foi encontrada e teria sido usada nos golpes contra as vítimas.

Quando a polícia chegou, Josué tinha tomado banho e estava na residência. Ao ser questionado, ele entrou em contradição por várias vezes.

Depoimento

Ele foi levado à delegacia e interrogado pelo delegado Carlos Henrique Engelmann. De acordo com o delegado, o filho apresentou 'informações desconexas com a realidade'.

Josué alegou que o pai foi assassinado por Jaqueline. No entanto, não diz quem foi o responsável pela morte dela. Ele ainda disse que estava o tempo todo em casa e que viu a mulher carregando o pai e depois dando os golpes contra ele, mas nada teria feito para impedir o homicídio por medo de ser atacado pela mulher.

O delegado declarou que não acreditou na versão do filho. Jaqueline tem um porte físico franzino e não teria como ter praticado a ação relatada por Josué.

O filho ainda disse ter se preocupado em fechar as janelas da casa para que 'as moscas não pousassem nos corpos e prendido a cachorra para que não lambessem as vítimas'.

A mãe de Josué, ex-mulher de Josué, foi até a casa, ocasião que ele pediu para que ela não entrasse, 'porque não gostaria da situação que encontraria no interior da casa'.

Josué foi autuado em flagrante por duplo homicídio e as investigações seguem em inquérito policial. O delegado disse que vai pedir pelo exame de psicopatia do suspeito.

Fonte: G1 MT

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}