Notícias

Quinta-Feira, 08 de Março de 2018 16:49

Ex-namorado suspeito de mandar matar grávida é preso durante operação em Cuiabá

Mateus Rodrigues Pinto foi preso durante a Operação Maat, deflagrada pela Polícia Civil. Viviane foi assassinada no dia 18 do mês passado.
Ex-namorado suspeito de mandar matar grávida é preso durante operação em Cuiabá Viviane da Silva Ângelo (Foto: TV Centro América)

Um homem suspeito de mandar matar a grávida Viviane da Silva Ângelo, de 18 anos, foi preso nesta quarta-feira (7), em Cuiabá. Mateus Rodrigues Pinto, que é ex-namorado da vítima, foi preso durante a Operação Maat, deflagrada pela Polícia Civil.

A vítima foi encontrada morta no dia 18 de fevereiro, na Ponte de Ferro sobre o Rio Coxipó, em Cuiabá.

O suspeito era um dos alvos da operação e foi localizado em uma residência no bairro Quilombo. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Cuiabá. As investigações sobre a morte da jovem ainda estão em andamento.

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que a causa da morte dela foi traumatismo craniano causado por golpes sofridos na face e no crânio.

Segundo a Polícia Civil, Viviane estava grávida de sete meses e havia desaparecido na sexta-feira (16). O corpo dela foi localizado em avançado estado de decomposição.

De acordo com o diretor metropolitano de Medicina Legal, João Marcos Rondon, o laudo pericial apontou "traumas concentrados na face e no crânio da jovem provocados por objeto contundente".

Conforme a Polícia Civil, Viviane saiu da casa da avó na sexta-feira dizendo que ia para casa da mãe dela, porém, mudou o caminho.

Um mototaxista chamado para atender a jovem disse que a pegou no Bairro Jardim Vitória, em Cuiabá, e a levou para a estrada da Ponte de Ferro, em um bar. Ele prestou depoimento à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e disse que há seis meses prestava serviço de mototáxi para a vítima.

Testemunha do crime, o mototaxista desapareceu. Um vídeo dele sendo torturado e decapitado está circulando nas redes sociais.

Na semana passada, a família do mototaxista, identificado como Reinaldo, de 38 anos, registrou um boletim de ocorrência afirmando reconhecê-lo na gravação.

O corpo dele, no entanto, ainda não foi localizado.

Fonte: G1 MT

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}