Terça-Feira, 25 de Junho de 2019, 12:51

Notícia:

Dois suspeitos de matar policial civil que teria reagido a assalto na casa dele são presos em MT

A mulher da vítima relatou que o marido foi surpreendido no quintal de sua casa por dois homens armados.
Dois suspeitos de matar policial civil que teria reagido a assalto na casa dele são presos em MT Investigador aposentado Antônio Bueno de Godoi — Foto: Arquivo pessoal

Dois jovens foram presos nesse domingo (9) suspeitos de envolvimento na morte do investigador aposentado Antônio Bueno de Godoi, de 60 anos,vítima de assalto no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

O crime é investigado pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).O velório do policial começou por volta de meia-noite na Capela Monte Sião, no Cristo Rei. Uma das últimas unidades que o policial trabalhou antes de se aposentar foi a DHPP.

A mulher da vítima relatou que o marido foi surpreendido no quintal de sua casa por dois homens armados. Os três teriam entrado em luta corporal. Um dos suspeitos atirou duas vezes contra a vítima, que já tinha saúde debilitada.

Apenas um dos tiros o atingiu na região do tórax e Antônio morreu local. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas os médicos constataram a morte da vítima.

Na fuga os assaltantes, que tinham apoio de outros dois comparsas, roubaram um veículo Fox, que não foi localizado.

Da casa do policial eles não levaram nada. Dois suspeitos estão presos e vão responder por latrocínio. Outros dois já estão identificados e são procurados.

Os policiais fizeram buscas nos bairros Parque do Lago, Cristo Rei e imediações, sendo localizados os suspeitos: Gabriel João Moraes de Oliveira, de 25, e Andrei Lucas Da Silva, de 22.

Na casa de Gabriel, uma quitinete, no bairro Jardim Maringá II, os policiais apreenderam dois rádios comunicadores.

No local da prisão os policiais apreenderam ainda uma motocicleta furtada na noite de sábado (8), na região do bairro Jardim Potiguar, em Várzea Grande, além de cinco aparelhos de celular, sendo um pertencente a um dos foragidos, que armazenava fotos e um áudio de conversa no momento que acontecia o roubo na casa do policial.

A Polícia Militar fez a detenção de Rudmar de Arruda Silva, de 27 anos. No entanto, conforme a DHPP, ele foi liberado por não ter envolvimento no crime.

Fonte: G1 MT

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}