Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019, 06:40

Notícia:

Criminosos se passam por entregadores de água e gás e roubam casas em Cuiabá

Criminosos se passam por entregadores de água e gás e roubam casas em Cuiabá A arma usada na tentativa de roubo foi apreendida por policiais militares. — Foto: PM-MT

Um homem identificado como V.G.Z.T.C., de 20 anos foi preso e dois adolescentes de 16, apreendidos na segunda-feira (10), por tentativa de roubo em uma residência no bairro Santa Cruz, em Cuiabá. Os suspeitos simularam a entrega de água e gás para render os moradores e invadirem a casa.

De acordo com os policiais do Batalhão Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), o suspeito V.G.Z.T.C., na frente da residência em uma motocicleta com garrafões de água. Questionado, ele disse aos policiais que havia acabado de fazer uma entrega e na hora de ir embora o motor da motocicleta falhou.
 
A equipe Rotam decidiu tocar a campainha da casa e logo um adolescente saiu na porta com um galão vazio, como se ainda fosse receber a água. Enquanto conversava e revistava esse rapaz, depois identificado como vizinho e amigo da família, os policiais avistaram equipamentos eletrônicos e outros objetos juntos no chão da área, próximo a porta principal, prontos para serem levados.

Quando os policiais entraram na casa depararam com a moradora, de 46 anos, saindo correndo e gritando por socorro. No interior da residência estavam os dois adolescentes, que foram apreendidos em flagrante delito. Eles faziam quatro pessoas reféns, a mãe, de 46 anos, seu casal de filhos (15 e 17 anos), e amigo dos filhos, de 19 anos, morador do mesmo bairro.

A arma usada no crime, um revólver calibre 38, estava escondida atrás do sofá. O “entregador” de água e gás e os dois adolescentes foram presos e conduzidos à Central de Flagrante da Polícia Civil.

 

Fonte: Olhar Direto

Comentários

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}